sexta-feira, 24 de junho de 2011

A SEPARAÇÃO.

                  Quando minha mãe morreu
        Do meu pai e meus irmãos fui separado
                  Foi triste, porque, aconteceu
             Para casa de meus tios fui levado
                  Pela minha mais velha irmã
               Que num dia para lá me levou
                      Foi numa triste manhã
             Que muito sofrimento me causou
                  Foi-se embora lá me deixou
                         Também ela sofreu
                 Da nossa separação resultou
                      Para todos  sofrimento.

3 comentários:

  1. Eduardo

    Sofres, agora, em duplicado.
    A Força que te segurou neste período (longo), não te vai abandonar agora. Estás bem mais forte, embora as saudades, a dor da perda e as circunstâncias continuem a martirizar.
    Com muita Fé, superarás e amenizarás esses sentimentos admiráveis.

    Abraço solidário

    SOL

    ResponderEliminar
  2. Eduardo: nossoas dores e nossas lágrimas quando ganham a capacidade de serem versadas , já estão prontas para encantarem-se e virarem estrelas do nosso espaço mental... Um carinhoso abraço, ternura e paz. Jorge

    ResponderEliminar
  3. Nunca no mundo existirá coisa, pessoa ou situação forte e intensa o suficiente para amenizar a saudade que se sente quando nossa mãe já não mais está aqui...
    Falo com conhecimento de causa, pois perdi minha mãe e também um irmão, esse bem recente...
    Te ofereço minha solidariedade
    Um grande abraço!

    ResponderEliminar