domingo, 9 de dezembro de 2012

"CRIANÇA INSATISFEITA ESCREVEU AO PAI NATAL!"

Que este ano...não aconteça
como a 26 de Dezembro de 2011, aconteceu 
escreveu ao pai Natal...uma criança insatisfeita
a reclamar a bicicleta nova pometida...
  com ela, pai Natal...não apareceu
Que este ano...a criança, nela esteja
no dia 26 de Dezembro, a pedalar
que mais  não aconteça.
O pai Natal, as crianças enganar
por não ter cumprido,
a uma criança prometeu
uma nova bicicleta...
mas, com ela não ter aparecido
com uma  carta se manifesta
pelo triste acontecido...
desiludida...a criança ficou a chorar
por o Pai Natal lhe ter mentido
a criança nele desacreditar.
Uma carta, a chorar lhe escreveu
por que tinha sido enganada
pela chaminé não desceu...
nem na sala foi deixada
como tinha prometido, 
a criança ficou revoltada...
Do pai Natal...triste se despediu
o mandou...para longe dela ficar
por que pai Natal lhe mentiu,
só existe para criança enganar?
Este ano te vou deixar um aviso...
não te esqueças de quando voltares
Pai Natal...só em ti acredito
se a bicicleta nova deixares
como foi, por ti, prometido!
(Eduardo Maria Nunes)

8 comentários:

  1. Meu querido amigo

    Uma linda carta, mas cheia de desilusão, as crianças não percebem porque não recebem o que pedem.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  2. Promessas são para cumprir e não se admitem desculpas nem ao Pai Natal.
    E muito menos ao nosso Primeiro Ministro que tem um imenso rol de promessas por cumprir. Alguém tem que lhe lembrar isso!

    ResponderEliminar
  3. A geração de políticos que levou Portugal à falência, nunca acreditou no Pai Natal, porque o saco lhe aparecia cheio em casa, nunca acreditou que tinha uma Pátria, porque nunca a defendeu em lado nenhum, e nunca souberam dar o valor ao trabalho porque é uma coisa que desconhecem...Quem acaba com esta seita de vigaristas!!!

    ResponderEliminar
  4. Olá amigo Eduardo!

    Muito bem escrita está essa carta!
    Será que já nem no Pai Natal se pode acreditar?
    Desde criança que oiço dizer que promessa é dívida!
    Nós já andamos fartos dos calotes que o nosso 1º nos tem pregado, mas mentir às crianças é fazer com que sejam adultos inseguros e desconfiados, ora isso é inadmissível!:)
    Amigo Eduardo, os seus versos são sempre a melhor prenda que qualquer amiga pode receber.
    Bem-haja!

    Um beijo.

    Janita

    ResponderEliminar
  5. Olá amigo
    Promessas não cumpridas causam mágoa e dor. Esse seu poema me lembrou uma criança da minha escola. Que também se desiludiu com o Pai Natal escreveu uma cartinha xingando-o. Foi constrangedor ler aquele desabafo. Tomara que neste natal cada criança possa continuar nesta figura mágica e que os seus desejos sejam realizados
    Beijinhos da amiga
    Gracita

    ResponderEliminar
  6. As desilusões de criança são um veneno na vida inteira; sempre irão lembrar as falhas de carácter dos Pais Natais que tudo prometem e tudo falham.
    Nãp sou criança, mas porque será que eu já estou sentindo isto?...


    Abraços


    SOL

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde Eduardo, o encanto do Natal fascina a muitos, mas deveríamos ensinar aos pequenos qual é o real sentido do natal, não só pedir presentes, mesmo por que crescemos e acabamos descobrindo que a realidade é mais cruel. bjks e tenha uma semana iluminada.

    ResponderEliminar

  8. Prezado amigo
    Vim agradecer sua presença amiga lá no meu recanto.
    Eu vim também lhe oferecer dois selinhos, um de 700 seguidores e o outro com os votos de Feliz Natal.
    http://www.mariaalicecerqueira.com/
    Abraço fraterno.
    Maria Alice

    ResponderEliminar