sábado, 10 de fevereiro de 2018

"ÁGUA ENVENENADA"

Asneiras pronunciando,
vozes de alguém a gritar,
maldades no vento voando
espalhando veneno no ar!

Dos negócios vantajosos,
correm atrás até mais não
beneficiam os gananciosos
da mais destruidora poluição!

Não olham a meios para enriquecer,
os que continuam a poluir o ambiente
todos dias crianças sem pão para comer
no mundo com fome morre muita gente!

As celuloses poluem o Rio Tejo,
os responsáveis estão-se marimbando
para alguns sendo isso um privilégio
a outros o sustento estão tirando!

Dizem que as amostras,
estão em segredo de justiça
aqui no pais das leis tortas
 delas, beneficia o vigarista!
(Edumanes)

9 comentários:

  1. Dá-lhe mas com força, porque enquanto não correrem com essa merda para fora do país e arrancarem todos os eucaliptos Portugal nunca mais será o mesmo!
    Não costumo ser mal educado na questão do palavreado, mas só me dá vontade de lhes chamar grandes filhos da...Mãe, que mandam em todos, no governo, nas autoridades, nos juízes, nos tribunais, nós nem temos o direito de saber a dimensão da merda que fizeram.
    Cá vai aquele abraço.

    ResponderEliminar
  2. Do modo que o segredo de justiça costuma funcionar neste país, não tarda já saberemos.
    Um abraço e bom domingo de carnaval

    ResponderEliminar
  3. Já não bastavam os espanhóis e a central nuclear de Almaraz para poluir o Tejo. Agora são as celuloses, com a desculpa de ter chovido pouco e o fraco caudal do rio não ser suficiente para receber a "merda" toda que produzem. E aqui ao meu lado, está uma jornalista da CMTV a dizer que ainda não há provas de que tenham sido eles a fazer a descarga poluidora.

    ResponderEliminar
  4. Tem toda a razão meu amigo o Tejo está sujo da ganancia pelo lucro.
    Um abraço e bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  5. «Não olham a meios para enriquecer», acho que o mal é mesmo este!

    Bom domingo*

    ResponderEliminar
  6. Bom dia. Assim, poetizando certas desventuras, se escrevem grandes verdades.
    .
    * Poetizando a Folia do Carnaval *
    .
    Tenha um Carnaval Feliz

    ResponderEliminar